sábado, 20 de setembro de 2014

Comissão de Saúde ouve reclamações no atendimento na UBS do Morro do Algodão‏

Na manhã da última sexta-feira, a Unidade Básica de Saúde do Morro do Algodão foi fiscalizada pelos vereadores que integram a Comissão de Assuntos Relevantes da Saúde, que ouviram muitas críticas em relação ao atendimento no local.
Segundo alguns usuários do posto de saúde, o maior problema é em relação à demora na marcação de consultas e a falta de médicos especialistas. Elogios de outros munícipes também foram feitos.
Uma senhora, moradora da Praia das Palmeiras, diz que costuma constantemente levar pacientes para a unidade e que sempre tem problemas com o atendimento.
No dia da visita, a CAR presenciou uma munícipe cardíaca que estava no UPA e foi encaminhada para a UBS. Segundo relato, não havia cardiologista no local e a paciente ficou sem medicamento. Amparada por uma colega e com a sua mãe, ela explicou o acontecido aos vereadores que cobraram atitude por parte da gerência do Posto. Em seguida ela foi acolhida, aferiu a pressão e foi medicada.
A CAR ressaltou também o pequeno espaço físico da Unidade Básica de Saúde do Morro do Algodão. De acordo com a comissão, o bairro é muito populoso, o que dificulta o trabalho dos profissionais. Uma ampliação será cobrada pelos vereadores.
Como é feita em todas as visitas, Aurimar Mansano (Presidente), Agostinho Lobo de Oliveira (Relator) e Petronilio Castilho dos Santos (Membro) entrevistaram a população presente. Em seguida, a comissão conversou com os profissionais responsáveis da UBS e vistoriaram a instalação do prédio. A farmácia também foi fiscalizada.
Essa é quinta Unidade Básica de Saúde que a comissão visita. As primeiras foram a do Massaguaçu, Tinga, Jaraguazinho e Porto Novo. A comissão, por meio do seu presidente, Aurimar Mansano, também participou de reuniões que ajudaram na conciliação da prefeitura com a Santa Casa.


Nenhum comentário:

Delegacia Virtual do Estado de São Paulo

Delegacia Virtual do Estado do Rio de Janeiro