Esthetic Center

Esthetic Center
Av Maranhão, 417, Jardim Primavera

Castro Massas - Delivery

Castro Massas - Delivery
Peça já seu marmitex e lanches delivery (12) 992124729 - (12) 982035208 - Enseada - São Sebastião

Bar do Helio

DREAM HOUSE Festas Caraguá

Brasileirinho Delivery

Viela Café Caraguá

domingo, 10 de julho de 2016

Pastor acusado de pedofilia segue preso por falta de tornozeleira

Continua preso  o pastor Felipe Garcia Heiderich, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio. Ele está recluso desde a última segunda-feira (4) após acusações de abuso sexual contra o enteado, de 5 anos, filho da pastora Bianca Toledo.
O pastor teve a liberdade concedida mediante o cumprimento de medidas cautelares, entre elas o uso de tornozeleira eletrônica. No entanto, a falta do equipamento no Rio de Janeiro impede a saída do réu para responder ao processo em prisão domiciliar. 
A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária informou, em nota, que está se "esforçando para honrar seu compromisso junto ao fornecedor para que a entrega e manutenção das tornozeleiras seja normalizado". 
Responsável por fornecer o equipamento, a empresa Spacecom disse que só retomará o fornecimento quando a secretaria quitar o débito acumulado, que na segunda (4) era de R$ 2,8 milhões. 
Nesta sexta (8), a Justiça acatou a denúncia oferecida pelo Ministério Público (MPRJ), que solicitou as medidas cautelares. Como o MP não pediu a prisão preventiva, o acusado, que se encontrava em prisão temporária, durante a fase de inquérito, ganhou o direito de responder o processo em liberdade, sob condição de ser monitorado por uma tornozeleira eletrônica. 
A Seap já recebeu notificação pela Justiça para soltar Heiderich. De acordo com a secretaria, o juiz pode autorizar a saída para prisão domiciliar sem o uso do equipamento para monitorar o preso.

Nenhum comentário: