A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

sexta-feira, 13 de março de 2015

Obrigado senhor João Rocha

Prezado Guilherme.
Quero parabenizá-lo pelo questionamento da situação do lixo em Caraguatatuba. Abaixo uma contribuição para o debate.


O LIXO E A DENGUE.
Um grande complicador, na maioria das cidades, é falta de um PROGRAMA EFICIENTE E EFICAZ DE GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS.
Os resíduos sólidos urbanos descartados de forma inadequada, notadamente em terrenos baldios são complicadores que contribuem para o agravamento do problema. As embalagens plásticas ou metálicas, quando limpas, detêm água da chuva e se tornam criadouros de mosquitos da Dengue. Com restos dos produtos servem de alimento e contribui para a proliferação de vetores: rato, baratas, moscas, etc. transmissores de doenças. Uma forma de amenizar essa situação seria Coleta Seletiva dos resíduos sólidos recicláveis.
Caraguatatuba, gera em média 100 toneladas de Resíduos Sólidos (fora da temporada). Segundo dados do CEMPRE - Compromisso Empresarial Com a Reciclagem, dos resíduos sólidos gerados em um município, em média 35 % são recicláveis e, os recicláveis correspondem, em média, 70 % do volume lixo gerado. Portanto, se tivéssemos uma Coleta Seletiva estaríamos contribuindo para amenizar os criadores de Dengue.
Um Programa de Coleta Seletiva é composto de: local para destino, logística, educação ambiental, e Coleta, mas Coleta Seletiva no Litoral Norte é palavrão.


Fonte: https://www.facebook.com/gguilhermearaujo/posts/998202360207481?notif_t=wall

Nenhum comentário: