A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

terça-feira, 26 de março de 2013

E agora? O que será que vai acontecer ou vai acabar em pizza?


O consultor de negócios e políticas Guilherme Araujo vai entrar na próxima semana com um requerimento para solicitar a Câmara Municipal de Caraguatatuba esclarecimento detalhados sobre as seguintes situações em que envolve a Câmara Municipal de Caraguatatuba e a CaraguaPrev.

1. Quem efetuou o deposito na CaraguaPrev referente ao recolhimento dos funcionários.
2.  Porque atrasou o pagamento da CaraguaPrev e porque os responsáveis da contabilidade não tomou as medidas legais.
3. Porque o setor responsável (contabilidade) da Câmara Municipal de Caraguatatuba esteve omissa quanto a esta situação.
4. Quem autorizou um assessor da ex-presidencia da Câmara Municipal de Caraguatatuba efetuar este deposito em dinheiro na boca do caixa, tendo em vista que este deposito bancário deveria ter sido feito da seguinte forma: Da Câmara Municipal de Caraguatatuba para Caraguaprev.
5.   Porque a Câmara Municipal de Caraguatatuba ainda não instaurou um inquérito administrativo e afastou as pessoas envolvidas nesta situação.

Estes 05 (cinco) questionamentos serão protocolados na próxima semana e espero que esta casa de leis venha ser transparente em suas respostas para que os envolvidos sejam responsabilizados e punidos com rigor dentro da forma da lei.

Veja bem o que esta escrito na pagina principal do site da CaraguaPrev.

"Nossa missão é assegurar ao Servidor Municipal de Caraguatatuba os benefícios do Regime Próprio de Previdência Social, focando a eficiência, qualidade, transparência, responsabilidade e o equilíbrio atuarial e financeiro."

Peço ao senhor presidente da Câmara Municipal de Caraguatatuba vereador Neto Bota em nome de todos os munícipes que apure com rigor esta situação vergonhosa que aconteceu no mês de dezembro de 2012.

Segue uma dica, que seja feito uma auditoria na contabilidade da Câmara Municipal de Caraguatatuba dos últimos 04 anos 2004 a 2008 e mês de janeiro até o dia 30 para apurar estes e outras situações como estas e outras e que seja colocado um portal da transparencia.

Nenhum comentário: