DREAM HOUSE Festas Caraguá

Brasileirinho Delivery

domingo, 24 de julho de 2016

A ciranda do povo

Quando bate a crise, o povo, lutadoras e lutadores não se acomodam, nem perdem a esperança. Reúnem-se para conversar, discutir alternativas, indignar-se, protestar e, porque não, celebrar.
É o que está acontecendo no décimo terceiro FREPOP, Fórum de Educação Popular, que está acontecendo em Recife, com centenas de participantes, especialmentejovens. O tema gerador (central) não podia ser mais sugestivo e atual: “EDUCAÇÃO POPULAR: Democracia e os Desafios das Lutas sociais na Construção da Sociedade que queremos.”
Diz a mensagem de boas vindas às educadoras e educadores populares presentes: “O FREPOP busca ser luz a possibilitar reflexões no cenário da conjuntura social, política, econômica,cultural, bem como a troca e compartilhamento de experiências e fortalecer as lutas sociais. É orientado pelos princípios do diálogo, amorosidade, problematização, construção compartilhada do conhecimento, emancipação e compromisso com a construção de um projeto democrático-popular.”
É um projeto de sociedade e de Nação. 
O FREPOP, desde sua primeira edição, inspira-se no Fórum Social Mundial, ‘Um outro mundo possível’,redes e teias por onde se articula, dialoga, põe-se emmovimento.
Quando cheguei emLins, São Paulo, para participar pela primeira vez do FREPOP, anos atrás, foi possível respirar o ar da educação popular e sentir a efervescência produzida. Gente da região, gente de outros lugares,gente do Brasil inteiro,gente da América Latina,gente do mundo.O FREPOP não era apenas um Fórum do interior de São Paulo. Era um Fórum Social Mundial com ares de São Paulo, mas também de Brasil e de mundo.
Agora, acontece em Recife, nos espaços da Universidade Federal de Pernambuco, com gente de todo Brasil, e a festa, a alegria e o sotaque nordestinos: juventude alerta, dezenas de Rodas de Conversa, Oficinas, Arenas, a Tenda Paulo Freire instalada, junto com a Tenda Memória, uma Feira de Economia Solidária, sons nas salas, nos corredores, poetas populares, música,dança, mística e, principalmente, muito debate, reflexão, celebração de vida e encantamento, e, a todo momento e em qualquer lugar, um grito coletivo de Fora Temer.
As reflexões acontecem ao estilo do Fórum Social Mundial. Sob um tema central e comum, experiências vividas e contadas,a organização popular, a conscientização, juntando ambiente universitário e popular, sempre, com muita confraternização, encontro de corpos, sapateados, mentes e espíritos alertas e comprometidos.
A educação popular tem esta capacidade e virtude: aproximar as pessoas,fazer a troca de saberes, distribuir os sonhos comuns,saborear a solidariedade, construir pensamentos coletivos, caminhar do mesmo lado e espaço.
O décimo terceiro FREPOP está acontecendo na terra de Paulo Freire. A crise, as ameaças à democracia, o golpe em andamento, a intolerância e o ódio reinantes não superam a vontade de continuar mudando o Brasil e o mundo.  Não é hora de choro, de lágrimas e lamentações sem sentido e sem futuro.É hora, sim de se reunir, fazer a necessária autocrítica, mas principalmente juntar forças, ir pra rua,mobilizar-se contra o desmonte das políticas públicas e dos processos de participação social, o fim de direitos dos trabalhadores e população mais pobre, conquistados a duras penas, contra a privatização do patrimônio nacional, contra a usurpação do poder e o impeachment de um governo legitimamente eleito. 
É respirar nestes tempos bicudos.Mais que nunca, é preciso encontrar as pessoas, debater tudo sobre tudo, acolher as angústias uns dos outros, alimentar mutuamente a esperança, que ainda está viva e recompõe-se nestas horas e nestes dias.
A cirandado FREPOP e a ciranda do povo estão em movimento. Conversam,dialogam, ampliam horizontes, na militância dos que se doam e ao mesmo tempo estão sempre na luta. O FREPOP, FREPOPS são necessários, urgentes neste mundo, nesta América Latina, neste Brasil, onde a educação popular, à luz de Paulo Freire e de um povo sofrido e lutador, apesar dos golpistas, da mídia que mente, do mercado que se pensa absoluto,constrói e trilha caminhos de transformação econômica,política, social, cultural, ambiental, de baixo para cima. Como diz o Fórum Social Mundial (vai acontecer nova edição em agosto no Canadá), como amplia o FREPOP,um outro mundo é possível. Um outro Brasil é possível. Urgente e necessário.

Nenhum comentário:

Óticas Azucar - Caraguatatuba

Óticas Azucar - Caraguatatuba
Rua: Major Ayres, 164 - Centro / Caraguatatuba

Queens Berry

WChic - Banheiros de Luxo para Eventos

Pousada Ananas - Ilhabela

O GACC - Grupo de Assistência à Criança com Câncer

Forum

Imobiliaria Tabatinga

Pousada Costa Verde

Advocacia & Consultoria Dr. Rodrigo Fernandes Henrique de Oliveira - (12) 78980953 - Id: 54*514

Advocacia & Consultoria Dr. Rodrigo Fernandes Henrique de Oliveira - (12) 78980953 - Id: 54*514

World Brazil - Agencia

Transparência Brasil

Karambola Bar

Bar do Helio

Fragus

Natureza